Xbox Game Pass: pague R$ 29 e jogue até 100 jogos por mês

Microsoft lançou serviço de distribuição nos moldes da Netflix, só que para jogos do Xbox.

 

No primeiro dia de setembro a Microsoft lançou uma novidade no Brasil: o Netflix dos jogos. É um sistema de distribuição de jogos em que você paga R$ 29 por mês e tem acesso a uma centena de títulos para jogar gratuitamente durante o tempo em que estiverem em catálogo. O vídeo abaixo explica melhor o sistema:

Meu primeiro contato com os videogames foi na longínqua década de 1980. Comecei com um Dynavision 2 e depois evoluí para o Mega Drive. Nessa época fui sócio da Soft Game (minha matrícula era a 674), além de colecionador das revistas Videogame, Ação Games e Super Game Power entre outras.

Desde que me desfiz do console de 16 bits da Sega, passei décadas sem ter um videogame próprio. Por um tempo o computador foi a plataforma que me viciou em Fifa 98Age of Empires II e Pro Evolution Soccer 3, mas de 2004 em diante me tornei um jogador casual de joguinhos de celular e/ou tablet e de vez em quando ia praticar um “Fifinha” maroto na casa de algum amigo.

Isso mudou ano passado, quando quebrei a perna, precisei me licenciar dos empregos e ficar preso numa cama por alguns meses. Investi umas economias num Xbox One S e passei a aproveitar bem melhor meus dias de tédio. Também descobri, jogando GTA V, que tenho cinetose, mas isso é assunto para outra postagem.

Eu estou bastante satisfeito com o videogame da Microsoft. O Xbox Live Gold e o EA Acess já tem uma oferta bem interessante de jogos, todavia nem se comparam à quantidade de títulos disponíveis na primeira “fornada” do Game Pass. Espia:

Estou aproveitando os 14 dias de DEGUSTAÇÃO que o serviço oferece. Já baixei alguns jogos que eu talvez jamais comprasse e estou viciado em LIMBO e The Swapper. Em breve falarei sobre os jogos que mais me chamaram atenção.

Vou encerrar este post aqui porque o joystick já está me esperando. Se quiser me encontrar na rede do Xbox Live, meu gametag é MestrePedrox. Bota o teu gametag nos comentários que sigo de volta. Aceito também recomendações dentre os jogos desta lista do Game Pass.

KOMUNIX-COM: o game de comunicação comunitária

Game colaborativo de ação e representação criado como cenário imersivo para aprendizagens da disciplina Comunicação Comunitária.

ZOMBABEL é um pequeno planeta dividido por uma grande muralha. Esta barreira não é só física, como é também social. De um lado, na Sociedade, existem pontes, viadutos, torres e altos prédios; de outro, as Comunidades tribais, onde o povo vive escondido em meio às florestas e rios.

O planeta sofre com as atitudes de um governante chamado REMETCLONE, um tirano que tomou o poder graças ao seu exército maligno e corrupto. Ele criou um império de controle, manipulação e opressão, tornando-se o pior pesadelo de todos que ali habitam.

O governador tirano RemetClone

Sua popularidade se deve ao fato de que todas as habitações na Sociedade tem, no mínimo, um aparelho receptor-decodificador e antenas parabólicas doadas durante seu governo, que faz com que esta população seja controlada como zumbis que gastam seu tempo em extenuantes rotinas de trabalho ou recebendo doses diárias de transmissão eletromagnética de OBOLG.

OBOLG é a mídia local, conhecida como “a voz que nunca se cala”. Efetiva a dominação por meio de ondas eletromagnéticas, microondas, cabos ou satélites comandados por um computador central, onde uma inteligência artificial serve às ordens de RemetClone.

Entre os efeitos colaterais das transmissões de Obolg, observa-se leve inibição do sistema nervoso central, que conduz uma ação sedativa, relaxante muscular e inebriante por cerca de 30 a 60 minutos após iniciar as transmissões. Os efeitos se prolongam durante um período de 12 horas, tempo suficiente para os operários voltarem no dia seguinte pacificamente ao trabalho.

Os poucos que resistiram à tirania e escaparam dos trabalhos exaustivos se esconderam nas florestas e formaram as comunidades que, para melhor se organizar, dividiram-se em 5 facções:

Cada facção desenvolverá uma área de interesse na comunicação e cabe aos heróis libertadores que fazem parte delas, com muitos esforços de Comunicação Comunitária, libertar a população.

O jogo já está em pleno andamento e nesta sexta-feira (1) eu tenho uma pista para os participantes, mas você terá que ser sagaz o suficiente para ouvir minha mensagem até o final, no stories do meu Instagram.

[Atualizado em 08.09.2017]: Como os stories já saíram do ar, reproduzi-los-ei aqui em breve.

Os jogadores que completarem a tarefa serão recompensados com este saber e com o conhecimento de palavras-chave e pistas que os levarão ao saber libertário… E para os mais audazes e velozes há até um prêmio especial do universo de KOMUNIX-COM.

Komunix-Com é um game acadêmico de ação e representação inspirado em RPG Live Action e no filme Divergente (2014). Foi criado de forma colaborativa pela mentre criativa da professora Viviane Menna Barreto, junto de outros professores e alunos da Estácio FAP, como cenário imersivo para aprendizagem de conteúdos de Comunicação Comunitária. Conheça o projeto neste link.